setembro 20, 2018 |

Pagando a Língua na Maternidade

Hey gente, tudo bem com vocês? Hoje decidi compartilhar com vocês algumas situações na minha maternidade em que acabei “pagando a língua”, ou seja, durante a gravidez dizia que não iria fazer e fiz. Isso é muito comum, afinal de contas, a gente sempre pensa que vamos conseguir ser “mães perfeitas” e principalmente, que vamos proteger nossos babys a todo momento, mas sabemos que nem sempre é assim.

CAMA COMPARTILHADA: A primeira situação é em relação ao baby dormir com a gente na cama, desde que ele nasceu sempre dormiu no berço e no quartinho dele, porém logo que completou 5 meses começou a se levantar no berço e isso me deixou insegura, mesmo baixando a grade do colchão no máximo. Então, até que eu encontrasse uma solução, ele passou a dormir na nossa cama e olha, se soubesse o quão prático e maravilhoso seria, confesso que faria desde o começo. Ele adora, apesar de ser um baby espaçoso. kkkkkkk!

Pagando a lingua na maternidade 4

AMAMENTAR DEITADA E EM PÉ: Seguindo o raciocinio da cama compartilhada, também paguei a língua em relação a amamentação, claro que tudo aconteceu de forma natural e nesses dois casos, de brincadeira. Certa vez, estava deitada e ele queria mamar, então ofereci o peito deitada, ele mamou e dormiu, e eu? AMEI!! Outro dia, na tentativa de fazer ele dormir, ofereci o mamazinho em pé e ele amou também, mas não faço com muita frequência, afinal de contas, meu anjinho é beeeem pesado. Hehehe!

BANHO NO CHUVEIRO: Os banhos sempre foram tarefa do papai, porém quando estava em viagem, na casa dos meus pais, percebi que ele começou a se mexer muito, virar e querer levantar, isso com 2 meses, quando retornei, ele estava completando 3 meses e não parava mais quieto na banheira, então, decidi experimentar o banho no chuveiro junto comigo. Foi a melhor escolha em relação a hora do banho! Confesso que é uma função enorme quando tenho que fazer isso sozinha, mas quando o Higor está em casa, super ajuda e depois consigo terminar o meu banho mais tranquila. Eu adoro esse momentinho nosso!

Pagando a lingua na maternidade 2

SER ORGANIZADA: Esse em dúvidas é um dos pontos que mais mexe comigo, quem me conhece sabe o quanto eu sou organizada e certinha com as minhas coisas, mas a maternidade chegou chegando e virou tudo do avesso: A vida, a casa e eu. Hehe! Não reclamo, porque eu tenho amado ser mãe, mas tem dias que parece que nada vai pra frente, sabe?! Já tentei de tudo, fazer planilhas, colocar alarme no celular, enfim, às vezes até dá certo, mas na maioria dos dias, é um perrengue. Então tenho trabalhado a minha mente para conseguir conviver assim, afinal e ir fazendo as prioridades, depois do baby, claro. Afinal é uma fase e vai passar!

Pagando a lingua na maternidade 3

Para assistir direto do canal, é só apertar o play:

E você, já passou por alguma situação parecida de pagar a língua na maternidade ou conhece alguém?! Compartilha sua experiência aqui nos comentários, vou amar saber que não estou sozinha nessa. Hehe! Um super bezu!

Para ficar mais pertinho do Rabiscando e receber todas as novidades em primeira mão, aperte o botãozinho vermelho abaixo e me deixe mega feliz:

Aproveite e siga o Rabiscando nas Redes Sociais para ficar por dentro de todas as dicas e novidades: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter

setembro 05, 2018 |

Feriado com as Crianças: Atividades sobre o 7 de setembro para fazer em casa!

Hey gente, tudo bem com vocês? O 7 de Setembro está chegando, e com ele mais um feriado para curtir e descansar. Muitos aproveitam o final de semana prolongado para viajar, mas para quem tem filhos e nenhum passeio marcado, um feriado também pode significar bagunça e crianças que facilmente ficam entediadas dentro de casa. Para te ajudar nessa missão de entreter os pequenos, separamos algumas ideias de atividades de 7 de setembro que com certeza irão distraí-los ao longo do dia e ainda podem incentivar seu aprendizado sobre a data.

Atividades sobre 7 de setembro para crianças 

A celebração do dia da independência pode ser uma oportunidade de ensinar seus filhos um pouco mais sobre a história e geografia do país. Por isso selecionamos sugestões educativas e divertidas para entreter desde os pequenos até os mais grandinhos, vamos lá?

Ideias_Brincar_Criancas_7setembro_blogRabiscandoGasparRocha/Pixabay

1- Colorir

Toda criança ama pintar, não é mesmo? Além de estimular seu lado artístico e habilidades motoras, é uma atividade que agrada a todas as idades e deixa os baixinhos imersos por horas. Então procure e imprima alguns desenhos sobre a independência do brasil para colorir. Eles podem ser facilmente encontrados na internet, especialmente os da Turma da Mônica, com a qual seu filho já pode ter certa familiaridade. Depois separe tudo o que for de pintar: lápis de cor, giz de cera, canetinha, aquarela… Coloque as crianças sentadas em uma mesa e deixe seu pequeno artista produzir sua obra de arte!

Ideias_Brincar_Criancas_7setembro_blogRabiscando 2rawpixel/Unsplash

2- Canecas Personalizadas

Esta é outra atividade sobre 7 de setembro que envolve arte e ainda resulta em uma lembrança legal para guardar e usar no dia a dia depois. Encarne o espírito DIY e ensine seus filhos a fazer canecas temáticas da independência. E você nem precisa investir em tintas específicas para isso, basta usar algo que tem em casa: esmaltes. Eles fixam bem na louça e são fáceis de usar. Aproveite aquele kit verde-azul-amarelo que comprou para comemorar os jogos da Copa e uma caneca branca e deixe que as crianças demonstrem suas habilidades ao desenhar a bandeira do Brasil nela. Se um pequeno acidente acontecer e o vidrinho virar, derramando todo seu interior na camiseta do seu filho, não se preocupe, aprender como tirar mancha de esmalte da roupa é fácil!

Alternativamente você pode ensiná-los a formar desenhos abstratos com a seguinte técnica:

  • Encha um recipiente que caiba a caneca dentro com água.
  • Jogue lentamente gotas dos esmaltes.
  • Utilize um cotonete para formar desenhos ou mosaicos, “organizando” a tinta do esmalte da forma que desejar.
  • Encoste a superfície da caneca na água, sobre a parte colorida.
  • Deixe por alguns segundos e retire sua nova caneca customizada.
Ideias_Brincar_Criancas_7setembro_blogRabiscando 3Pixabay

3- Teatrinho

Uma ótima forma de ensinar a história da independência do Brasil para os pequeninos, incluindo os que ainda não sabem ler, é encenar um ato da Família Real da época. Isso pode ser feito tanto com uma brincadeira de faz de conta, em que você conta a história e seus filhos a reproduzem com a ajuda de aparatos, como vestidos longos, chapéus, coroas e espadas de brinquedo, tanto com fantoches.

Este último caso ainda inclui uma outra atividade, que pode ser feita antes para depois representar a peça: a criação dos bonequinhos em casa. Isso pode ser feito com pedaços de pano, peças de roupa velhas (meias por exemplo), feltro, cartolina ou EVA. Providencie o material necessário e supervisione os mais novos no uso da tesoura, mas deixe que eles soltem a imaginação na hora de fazer os fantoches. Depois, permita certa liberdade criativa na hora deles reproduzirem os fatos, deixando que a veia dramática dos pimpolhos aflore à vontade.

Ideias_Brincar_Criancas_7setembro_blogRabiscando 4Kelli Tungay/Unsplash

Essas são apenas algumas dicas de atividades sobre o 7 de setembro para fazer em casa, outras ideias bacanas seriam:

  • Fazer e montar um quebra cabeça da bandeira.
  • Ir para a cozinha e preparar docinhos com a temática da Pátria (usando gelatina e granulado coloridos, ou até mesmo corante de alimentos para reproduzir as cores da bandeira).
  • Formar a bandeira com formas geométricas fazendo recorte e colagem.
  • Recitar músicas e poemas nacionais, como a Canção do Exílio de Gonçalves Dias (“Minha terra tem Palmeiras/Onde canta o Sabiá…”).
  • Brincar de dobraduras para formar um chapéu da Pátria, imitando a imagem de Dom Pedro II em seu suposto grito de independência (pode usar folhas de jornal e aproveitar e fazer uma capa também para combinar!)

Se inspire e tenha um bom feriado, aproveitando e passando momentos em família com seus pequenos. Um super bezu!
Para ficar mais pertinho do Rabiscando e receber todas as novidades em primeira mão, aperte o botãozinho vermelho abaixo e me deixe mega feliz:

Aproveite e siga o Rabiscando nas Redes Sociais para ficar por dentro de todas as dicas e novidades: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Google+

|Este foi um post em colaboração com Cleanipedia!|

maio 11, 2018 |

As Principais Causas Para o Envelhecimento Facial

Hey gente, tudo bem com vocês? O envelhecimento facial acontece de forma gradual e pode ser intrínseco – por conta de fatores naturais, como a passagem do tempo e hereditariedade, ou extrínseco – devido fatores externos como o sol, tabagismo, poluição, entre outros. Com o passar dos anos, a pele perde água, e as fibras de colágeno tendem a diminuir favorecendo o surgimento das rugas e alterando a elasticidade da pele.

Por volta dos 25 anos de idade, os primeiros sinais de envelhecimento começam a ficar mais aparentes. Primeiro surgem as linhas finas, depois, com o tempo, as rugas, perda de firmeza e de densidade começam a ficar visíveis. Progressivamente, as alterações vão aparecendo. Após os 30 anos, a pele fica mais flácida e é possível notar as famosas linhas de expressão. Após os 40 anos, a epiderme se torna mais frouxa, sulco e rugas começam a aparecer. Depois dos 50 anos, há uma nítida mudança na pele do rosto como um todo.

Além do desgaste natural da pele, os fatores externos contribuem bastante. O sol é o grande vilão. Fotoenvelhecimento é o nome que se dá a exposição excessiva a radiação solar. Outros fatores como o tabagismo, poluição, uso excessivo de álcool e drogas, alimentação desequilibrada, noites mal dormidas e estresse, também podem precocemente prejudicar sua pele.

Envelhecimento Facial - blog rabiscando 2

As fases do envelhecimento

Linhas de expressão: nesta fase, a produção de colágeno – responsável pela firmeza e sustentação da pele – diminui. É aí que surgem as primeiras linhas finas e rugas de expressão. Irregularidades no tom e relevo da pele também podem aparecer.

Rugas profundas e perda de firmeza: durante esse período, a renovação da pele não acontece adequadamente. O colágeno e a elastina se desgastam, surgindo as rugas mais acentuadas e a flacidez.

Perda de densidade: é mais comum em mulheres mais maduras, pois o metabolismo fica mais lento e a produção de colágeno cai ainda mais. O resultado é uma pela mais fina, ressecada e sem brilho.

O envelhecimento e as camadas da pele

Epiderme: É a camada mais superficial da pele. A espessura da epiderme do rosto é, em média, de 0,12mm, sendo ainda mais fina na região dos olhos. Quando essa camada começa a envelhecer, fica mais sensível a luz solar. A falta de eficiência na renovação celular pode mexer com a imunidade da pessoa, levando ao aumento das infecções na pele, além de retardar o processo de cicatrização

Derme: É uma camada espessa que fica logo abaixo da epiderme. Com a queda do colágeno e da elastina, o tecido dérmico fica prejudicado, levando ao aumento das rugas e outros danos à pele.

Hipoderme: É a camada mais profunda. As mudanças mais notadas no processo de envelhecimento são a rugas profundas, bochechas flácidas e demora na cicatrização.

Causas do envelhecimento facial

Nosso relógio biológico não para, e o envelhecimento da pele é inevitável. A genética tem um papel fundamental na forma como a pele envelhece. Sua descendência e o tipo de pele afetam na velocidade que os sinais aparecem no rosto. O declínio hormonal, que acontece após a menopausa, altera os níveis de estrogênio no organismo, assim a elasticidade e espessura da pele diminuem.

Já os fatores externos, que provocam o envelhecimento da pele do rosto são inúmeros e estão ligados ao estilo de vida de cada pessoa. Veja os principais:

Sol: a exposição excessiva aos raios UV é responsável por vários danos a pele. O fotoenvelhecimento é o nome que se dá a esse processo. Ele causa manchas na pele, deixa ela seca e áspera e, ainda, pode evoluir para um câncer de pele.

Poluição: a exposição às impurezas do ar nas grandes cidades, pode desencadear a liberação de radicais livres, prejudiciais a pele.

Tabagismo: a nicotina e as substâncias químicas liberadas pelo cigarro levam ao aumento de radicais livres na pele. Assim como a poluição, eles aumentam os efeitos da exposição solar.

Nutrição: A má alimentação é prejudicial a saúde da pele. Os antioxidantes são moléculas que combatem os radicais livres. Comer frutas e vegetais ricos em antioxidantes previne e retarda o processo de envelhecimento.

Sono: Aquela máxima “dormir faz bem a pele” é uma verdade. Uma noite tranquila de sono favorece o tônus muscular.

Hidratação: A falta de água é prejudicial à saúde da pele. Para exibir uma pele saudável, com viço e maciez, a hidratação é fundamental.

Envelhecimento Facial - blog rabiscando

Prevenção

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as causas e como o acontece o envelhecimento da pele, vamos falar em prevenção. Seu estilo de vida pode, certamente, minimizar os efeitos do desgaste da pele. Ter uma dieta saudável e balanceada, com a ingestão de alimentos antioxidantes que limitam os efeitos nocivos dos radicais livres na pele, já é um bom começo.

Não fumar, beber com moderação e dormir pelo menos oito horas por dia são atitudes fundamentais para a saúde do corpo como um todo. Uma boa rotina de cuidados é essencial e deve ser composta por três etapas: limpeza, proteção e hidratação.

Limpeza

Regiões como rosto, colo e costas possuem uma quantidade maior de glândulas sebáceas ativas, que, durante períodos mais quentes, acabam produzindo mais oleosidade, suor e acúmulo de bactérias. Isso pode levar ao surgimento de cravos e espinhas. Para fazer uma boa higienização destes locais, vale a pena investir num bom sabonete. Uma boa opção são os que contêm os ácidos salicílico ou glicólico.

Proteção

Após lavar a pele com um bom sabonete, não se esqueça do protetor solar. Ele deve ser aplicado pela manhã e reaplicado ao longo do dia. O fator mínimo para proteção é o FPS 30. Prefira aqueles com “toque seco” para conter o excesso de oleosidade.

Hidratação

Beba bastante água, independente da época do ano. Para ter uma pele viçosa e macia aposte em cremes específicos para região do rosto. Os cremes antisinais são  excelentes para hidratar e tratar a pele.

Então, gostaram das dicas e de saber mais sobre como cuidar da nossa pele, principalmente para ter um envelhecimento facial saudável?! Um super bezu!

Para ficar mais pertinho do Rabiscando e receber todas as novidades em primeira mão, aperte o botãozinho vermelho abaixo e me deixe mega feliz:

Aproveite e siga o Rabiscando nas Redes Sociais para ficar por dentro de todas as dicas e novidades: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Google+

Paginas123

to no instagram!
@angelicaanicesio

Blog Rabiscando • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por